5 dicas para armazenar material de construção

5 dicas para armazenar material de construção

Acidentes, atrasos, desperdícios… são palavras que nenhuma equipe de obras quer ouvir! O armazenamento correto do material de construção é um dos maiores responsáveis pelo sucesso de uma entrega. A organização, a segurança, redução de custos e de tempo para executar tarefas estão diretamente envolvidas na eficácia da estocagem.

Uma obra envolve uma grande diversidade de processos, de materiais e suas especificidades, além do trânsito de máquinas e do tráfego seguro de pessoas. Quer saber como uma correta armazenagem deve ser feita e como ela pode ser uma aliada de uma obra bem sucedida? É só continuar a leitura e conferir dicas preciosas:

 

1. Ordem do dia: Planejamento!

A guarda eficaz do material de construção começa com um bom planejamento. A armazenagem é uma das responsabilidades da gestão de estoques. Por isso, fazer um estudo sobre como serão as rotinas do canteiro de obras, a logística, locomoções e ainda definir o controle de entrada e saída dos materiais é um bom ponto de partida. 

A partir daí, define-se onde será colocado cada material, de acordo com a categoria, uso, local onde deve ser acondicionado e sequência de utilização. Isso facilita não somente a organização e fluxos de deslocamentos, mas auxilia também a fazer inventários e conferir necessidades de reposição.

 

2. Observe o trânsito do material de construção

O processo de transporte dos materiais envolve várias etapas de movimentações até chegar ao seu uso final. Assim que é recebido, o material é descarregado, carregado novamente, organizado em local apropriado e recebe proteção adequada para sua conservação.

Além disso, dentro do canteiro de obras a armazenagem deve garantir espaço livre para o tráfego seguro de máquinas e pessoas. As movimentações devem ter seus percursos de ida e volta planejados, de forma que não haja cruzamento de fluxos.

Lembre-se que rampas devem ter inclinação apropriada. Materiais que podem se mover durante o transporte devem ser corretamente travados, amarrados ou cintados. É importante ainda conhecer as particularidades de transporte de cada material de construção, saber seu peso, volume, grau de fragilidade e quantidade.

 

3. Materiais e ferramentas sempre à mão

Organizar ferramentas, materiais e equipamentos próximos ao seu local de uso é premissa de qualquer planejamento. Isso reduz o tempo de acesso, permite o retorno imediato ao seu local de guarda, mantém a organização e contribui sensivelmente para a segurança do ambiente.

 

4. Atenção às obstruções!

Muito cuidado no que diz respeito ao acesso a equipamentos de combate a incêndio e saídas de emergência! 

O deslocamento do material de construção e toda a equipe da obra deve ter fluxo livre para a eficácia de todos os seus processos. Contudo, a segurança vem antes de qualquer coisa. Para garantir percurso seguro em situações de emergência, o planejamento da armazenagem deve ter isso como princípio fundamental. 

 

5. Fique atento às necessidades de cada material

Uma obra, independente de suas dimensões, lida com uma enorme variedade de insumos. Por esta razão, a boa armazenagem do material de construção requer planejamento. Isso significa, dentre outros fatores, que a estocagem deve ser feita de acordo com sua sequência de utilização e obedecendo as características de cada material. Também deve-se levar em conta aspectos como perecibilidade, fragilidade, grau de periculosidade e inflamabilidade.

Veja alguns materiais que merecem atenção especial:

  •  Cimento: se não for acondicionado corretamente, pode endurecer e ser inutilizado. Deve ser colocado sobre pallets, longe da umidade, em local seco e coberto.

 

  • Areia e Brita: devem ser colocadas em local plano, cercadas por madeira e cobertas, para evitar que se molhem ou que o vento leve resíduos como sementes, que podem começar a brotar. É proibido por lei estocar esses materiais na rua.

 

  • Fios, cabos e tubos de PVC: materiais em plástico ou borracha são sensíveis a sol, sereno e umidade. Deixá-los expostos em ambientes externos pode causa rachaduras e ressecamentos. Guarde-os em locais secos e cobertos.

 

  • Telhas: são resistentes às variações de clima e tempo, afinal, sua função depende disso! Contudo, é um material frágil. Para evitar quebras, devem ser guardadas inclinadas em com apoio firme.

 

  • Máquinas e equipamentos: são ativos de alto valor. Por mais que não sejam materiais estocáveis, esses equipamentos prescindem, além de boas práticas de uso para aumento de vida útil, de proteção contra furtos. Por isso o canteiro de obras deve contar com normas rígidas de acesso, boa iluminação, vigia e sistema de monitoramento.

 

Há uma infinidade de processos envolvidos numa gestão de obras e tudo deve ser muito bem orquestrado! O planejamento, gestão de estoques, armazenagem e logística são os alicerces para um bom estoque de material de construção e, consequentemente, para o sucesso da execução de uma entrega na construção civil.

 

O que mais você considera importante para uma armazenagem eficaz? Conte pra gente nos comentários!

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.