Tudo o que você precisa saber sobre drywall

Tudo o que você precisa saber sobre drywall

O sistema de construção conhecido como drywall foi uma daquelas inovações na área da arquitetura e decoração que conquistaram o mercado e continuam fazendo sucesso já há vários anos.

Há muitas razões para a boa aceitação do drywall nos projetos de construções. Neste artigo, vamos contar o que você precisa saber sobre ele, antes de adotá-lo ou não em sua próxima obra.

 

O que é drywall

O termo inglês drywall significa, literalmente, parede seca. É um tipo de parede que não usa argamassa, diferente de uma estrutura de alvenaria. Então, diferente das técnicas tradicionais, a parede drywall não leva tijolos nem argamassa.

Ela consiste em uma estrutura de aço revestida dos dois lados por chapas de gesso e papel cartão. O interior da estrutura pode permanecer oco, para abrigar fiações e encanamentos, ou receber preenchimentos para isolamento acústico e térmico, como a lã mineral, por exemplo.

 

As aplicações

O sistema drywall é bastante versátil para aplicações em ambientes comerciais ou residenciais, não só substituindo as paredes tradicionais, mas também compondo a decoração interior. As chapas drywall aparecem em forros, muretas, bancadas, nichos, divisórias, painéis, closets, sancas e tudo o que brotar da criatividade do arquiteto ou decorador.

Dependendo do ambiente, pode-se optar por um dos três tipos:

  • A ST (placa branca), a mais simples, é usada em ambientes secos.
  • A RU (placa verde) é ideal para ambientes úmidos, como cozinhas e banheiros, pois recebe tratamento com silicone e fungicidas.
  • A RF (placa rosa) é resistente ao fogo, pois é composta de fibra de vidro e pode ser utilizada em cozinhas e ambientes com lareira, por exemplo.

 

As vantagens do sistema drywall

Uma parede drywall apresenta várias vantagens, quando comparada à de alvenaria:

  • Uma parede drywall é mais estreita, o que rende preciosos centímetros ao ambiente.
  • O emprego de outros revestimentos, como a lã mineral, propicia conforto térmico e acústico.
  • A estrutura pode ser reforçada para a instalação de armários e fixação de elementos decorativos.
  • É mais leve, mas, mesmo assim, a estrutura em aço galvanizado proporciona boa resistência a impactos normais.
  • As manutenções no sistema elétrico e hidráulico embutidos na estrutura são facilitadas, evitando quebras e sujeira.
  • O sistema permite um orçamento mais preciso e uma obra mais limpa e sem resíduos de construção, o que significa mais economia.
  • No quesito beleza, a parede drywall nada perde para a de alvenaria, ao receber revestimentos, pinturas texturizadas, papel de parede, azulejos etc.

 

As desvantagens

Mesmo com tantas vantagens, é preciso considerar alguns pontos importantes, antes de fazer sua opção.

As chapas drywall são ideais para ambientes internos. Elas não são projetadas para áreas exteriores, onde estariam expostas às condições do tempo. Também não servem para substituir paredes estruturais, pois não suportam o peso de telhados ou lajes. São resistentes a impactos normais, mas não a altos impactos, como as de alvenaria.

Materiais a serem utilizados, como ferragens, tintas e revestimentos precisam ser específicos para drywall. É recomendável, também, a contratação de profissionais experientes na instalação.

Como mostramos em nosso artigo, o sistema chamado drywall, amplamente adotado em projetos arquitetônicos no Brasil e no mundo, apresenta vantagens e desvantagens. Agora que você sabe disso, é só avaliar a melhor opção para sua próxima obra!

 

Gostou do texto? Compartilhe com aquele amigo que precisa escolher as melhores alternativas para o projeto dele!

 

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.