Construção civil: como manter a segurança e evitar imprevistos

Construção civil: como manter a segurança e evitar imprevistos

Para se tirar uma obra do papel e torná-la realidade, é preciso se ater na segurança do empreendimento, pois todo o material envolvido no projeto pode gerar acidentes, e até mesmo doenças relacionadas ao trabalho.

Portanto, não importa se você é um autônomo ou trabalha em uma grande construtora, a segurança de trabalho é sempre indiscutível!

De acordo com o Anuário Estatístico da Previdência Social, a construção civil é o quinto setor econômico com o maior número de acidentes, e o segundo mais letal aos trabalhadores.

Segurança em primeiro lugar!

Todas as atividades referentes à segurança no canteiro de obras são de extrema importância para um projeto de construção, por isso, ela é objeto de fiscalização por várias entidades oficiais, que vão desde as associações de bairro, até o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) e o Ministério do Trabalho.

Uma gestão eficaz do que ocorre no canteiro de obras garante não só o aumento de produtividade, mas também, entregas de maior qualidade, redução no volume de acidentes e casos de doenças ocupacionais, segurança de aprovações legais, além da economia de recursos.

Prezar pela saúde e pelo bem-estar dos trabalhadores envolvidos neste processo é um dever do gestor, independentemente da dimensão da obra e do número de profissionais inseridos no contexto, desde o projeto até a entrega do empreendimento.

O que você não sabe sobre a evolução da construção civil

Pré-história: A construção civil teve seu início, tendo sido as pedras, os primeiros materiais utilizados na época.

Um fenômeno importante para a construção foi o surgimento da roda, encontrada entre os sumérios em 3.500 a.C. A ferramenta simplificou o transporte, o que provavelmente viabilizou estruturas como as Pirâmides do Egito e a Muralha da China.

Século IV a.C, Hipócrates, considerado o pai da medicina, descobriu doenças relacionadas ao trabalho, nas minas de estanho.

Séculos XII e XIII: Começaram as experiências sobre a saúde ocupacional.

Século XVIII: Publicação do primeiro livro sobre doenças ocupacionais.

Século XIX: Com o início da Revolução Industrial, os acidentes de trabalho foram intensificados.

Século XX: Surgiram as primeiras leis sobre acidentes de trabalho no Brasil, que foram aprimoradas ano após ano.

Em 1972, a história da segurança do trabalho mudou consideravelmente, com o surgimento da portaria nº 3.237, que estabeleceu a obrigatoriedade dos serviços especializados em segurança, higiene e medicina do trabalho nas empresas.

Em 1977, foram criadas as NR’s (Normas regulamentadoras da Construção Civil).

A partir de então, outras portarias surgiram, havendo hoje, cerca de 37 normas regulamentadoras ativas, para a construção civil.

5 dicas para manter uma obra em segurança, que você não pode abrir mão

Planejamento – Para que a segurança dos colaboradores seja garantida e o cronograma do projeto seguido, é preciso fazer um levantamento de riscos antes do início do projeto, traçando uma estratégia de prevenção mais adequada à realidade.

Atenção especial às normas de segurança na construção civil – A segurança na construção civil está prevista em algumas normas regulamentadoras, as NR’s, que devem ser seguidas à risca. Cabe aos responsáveis pela obra, garantir que cada um dos pontos destacados seja devidamente cumprido.

Uso de EPI’s – A lei exige que as empresas forneçam Equipamentos de Proteção Individual e que os colaboradores os utilizem, pois eles podem prevenir diversos acidentes.

Solicite a ajuda de um especialista – Os especialistas em segurança do trabalho podem ajudar os gestores da obra a definirem os EPI’s mais adequados, ajudar no processo de sinalização e organização e também apontar pontos de melhoria em seu canteiro.

Curtiu as dicas? Compartilhe-as em suas redes sociais, para que seus companheiros de profissão se beneficiem delas, tornando os canteiros de obras, locais cada vez mais seguros.

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.